Como curar a tristeza? 4 dicas para a felicidade

Já faz tempo que você não sabe o que é ser feliz? Se a resposta for sim, saiba que existem pequenas atitudes que podem reverter esse quadro.

Anete da Motta

Psicóloga do Hospital Adventista Silvestre

1 artigos


19 de fevereiro de 2019

Felicidade é um ingrediente indispensável para uma vida saudável. Mas infelizmente, nem todo mundo enxerga motivos para sorrir. Curar a tristeza é o que milhões de pessoas desejam! Segundo o relatório divulgado pela Gallup, empresa norte-americana que realiza pesquisa de opinião, o ano de 2017 foi o mais difícil dos últimos dez anos.

Esta empresa, que anualmente libera relatórios com o registro dos níveis de estresse, raiva, tristeza, preocupação e dor das pessoas ao redor mundo, concluiu que 1 a cada 5 pessoas sentiu tristeza ou raiva em 2017.

Tudo bem que a tristeza é uma condição típica dos seres humanos. Mas quase nunca vem sozinha, ela caminha em parceria com a ausência de ânimo, disposição e outras emoções de insatisfação. Sem dúvida, em algum momento da vida, todas as pessoas vão passar por momentos de tristeza.

De acordo com o psicólogo norte-americano, Paul Ekman, estudioso das emoções humanas, a tristeza é uma das “seis emoções básicas” do ser humano, junto com a felicidade, a raiva, a surpresa, o medo e o nojo. E a forma mais comum de expressar a tristeza é através do choro.

Mas além das lágrimas, a tristeza geralmente causa afastamento social, por isso, conviver com este sentimento é mais pesado do que muita gente imagina. Além disso, curar a tristeza, é também, se restabelecer de outros sentimentos ruins que essa emoção causa.

Ficar triste provoca baixa autoestima, solidão e sensação de incapacidade. É como se a vida parasse! Bom, nós já entendemos que sentir tristeza faz parte da vida.

Mas certos aspectos deste sentimento precisam ser observados, como a intensidade e a duração da ausência de felicidade. A tristeza duradoura, por exemplo, pode ser um alerta de problemas mais complexos, como a depressão.

Então, como curar a tristeza?

Antes de continuar, é importante frisar que, sentimentos profundos de tristeza ou perda de interesse pela vida, devem ser acompanhados por profissionais especializados. Mas com algumas atitudes pessoais, a tristeza vira passado e dias melhores se tornam realidade.

Separamos 4 dicas fáceis que levam a tristeza embora. Preste atenção em todas elas e comece a viver, desde agora, uma vida de felicidade. Vamos lá?

1. Invista no amor próprio

Amar a você mesmo é o primeiro e o mais importante passo para uma vida feliz. O amor próprio é tão importante que influencia a nossa capacidade de amar ao próximo. Só depois de se amar profundamente é que será possível amar aos outros de verdade.

O amor próprio é desenvolvido quando investimos tempo no cuidado pessoal. Atividades físicas que proporcionam prazer e uma alimentação saudável são um bom caminho para desenvolver o amor próprio.

Além do cuidado com o corpo, um caminho para curar a tristeza é cuidar da mente. Faça elogios sinceros a si mesmo e utilize afirmações positivas. Este é um excelente remédio para a autoestima!

Além disso, elimine os relacionamentos tóxicos. Identificar relações tóxicas e evitá-las, fará bem tanto a você como à outra pessoa.

2. Se conheça melhor

A segunda dica importante para curar a tristeza, é buscar o autoconhecimento, principalmente sobre seus sentimentos. Se conhecer, é fundamental para a saúde emocional e, até mesmo, física.

Uma boa maneira de se autoconhecer é fazendo um diário. Pra isso, reserve 15 minutos do seu dia – ou algum momento da semana –  e escolha um lugar calmo. Ali, comece a escrever o que sente. Mas outra dica importante é: não se censure! Escreva aquilo que tem vontade.

Sabe por quê? Esse estilo livre de escrita é perfeito para fazer aflorar nossos sentimentos mais profundos. Depois de alguns dias, tire um tempo para ler o que escreveu. Assim, você conhecerá melhor suas reações, as pessoas, situações e sentimentos, e poderá lidar melhor com os problemas da vida.

3. Regule o sono para curar a tristeza e o desânimo

A terceira dica para curar a tristeza, é regular as horas de descanso. Você sabia que acordar e deitar cedo são hábitos saudáveis que podem afastar a triste e o desânimo? Além disso, descansar é umas das 8 atitudes que promovem saúde, por isso o sono é fundamental para ter dias mais felizes.

Quem vai para a cama depois da meia noite, está suscetível a índices elevados de estresse e desequilíbrio hormonal. Dormir não é tempo perdido, mas um investimento à qualidade de vida. Por isso, o tempo de descanso não deve ser substituído por outra atividade, combinado?

Assim que o sono estiver regulado, você vai conseguir acordar cedo, tomar um desjejum saudável e realizar algum tipo de atividade física, garantindo uma boa dose extra de energia para o dia todo.

4. Faça planos!

Por último, para mandar a tristeza embora, comece a sonhar! É isso mesmo: sonhe, faça planos! Lembra que nós falamos sobre a importância das metas? Então, fazer planos é uma atitude que pode curar a tristeza!

Ao pensar e sonhar sobre o futuro, automaticamente a mente desvia o foco daquilo que não está legal, e se fixa nos planos traçados, nos objetivos a serem conquistados.

Cultivar sonhos e ter um plano de carreira para a vida, faz com que nos sintamos mais motivados para trabalhar pelos nossos desejos, nos levando para fora da zona de conforto.

Ao colocar essas 4 dicas em prática, além do acompanhamento especializado, curar a tristeza será questão de tempo! Por isso, mande embora a tristeza e comece a viver dias de felicidade.

Gostou deste post? Compartilha com seus amigos!

Voltar