10 erros na cozinha ideais para bactérias

Existem hábitos na cozinha que podem favorecer o surgimento de doenças. Veja esses 10 erros e ajuste o que for preciso!

Marcela Borges

Enfermeira, mestre em Saúde Pública

20 artigos


18 de julho de 2021

Quando o assunto, é evitar a proliferação de bactérias, todo cuidado é pouco. Dentro de casa, erros na cozinha podem promover o ambiente perfeito para o crescimento de germes.

Com certeza, corrigir velhos hábitos é muito mais difícil do que aprender novos. Porém, se você quer uma casa livre de bactérias que são prejudiciais à saúde, evite esses 10 erros na cozinha do seu lar.

É interessante ver que, em relação a algumas recomendações, tem pessoas que acham excesso de cuidado. Mas não é assim!

Veja esse dado oferecido pela Organização mundial de Saúde (OMS):

A diarreia mata quase 2.200 crianças por dia e faz mais vítimas do que a aids, a malária e o sarampo juntos.

Sendo a segunda causa de morte, entre crianças abaixo de 5 anos, em todo o mundo. E em grande parte, são causadas pela manipulação errada dos alimentos, ou seja, erros cometidos na cozinha.

Além de hábitos de higiene na cozinha, existem erros relacionados a economia, meio ambiente, exposição a substâncias tóxicas, entres outros.

Então vamos falar um poucos sobre os 10 erros na cozinha que ajudam na proliferação das bactérias!

Colocar detergente direto na esponja

Primeiro, jamais coloque o detergente direto na esponja! Isso porque é muito mais difícil enxaguar toda essa quantidade de detergente da louça, deixando resíduos que podem causar problemas à saúde.

Então, a dica para limpar sem desperdício e com saúde é: em um litro de água, coloque apenas oito gotas de detergente e uma colher de sopa de vinagre branco. Faça a lavagens da louça com essa solução.

Fora isso, troque semanalmente a esponja de pia.

Usar tábua de madeira é um dos erros na cozinha

Antes de entrar na questão do material, é importante ressaltar que a tábua de corte usada no preparo da comida tem alto índice de contaminação, mesmo após a higienização, independente do tipo de material.

Porém, a tábua de madeira, por conta dos sulcos e da umidade, ganha em disparada quando o assunto é erros na cozinha.

Até por isso, a Anvisa recomenda que tábuas de corte e colheres de pau sejam aposentadas. 😲

O órgão alega que utensílios de madeira são mais propensos à proliferação de diferentes tipos de bactérias, que se acumulam nas ranhuras da madeira no momento do corte, mesmo após a lavagem da tábua.

Assim, quando a tábua é usada novamente, essas bactérias podem infectar outros alimentos.

Com isso, a recomendação é que sejam utilizadas tábuas de plástico, feitas de polietileno.

Mesmo assim, essa tábua deve ser jogada fora quando apresentar muitos sulcos causados pelo corte da faca e coloração escura.

Saiba como higienizar a tábua de corte e evite erros na cozinha

Sempre que usar a tábua, lave o utensílio e deixe de molho em uma solução com um litro de água e uma colher de sopa de água sanitária.

Após enxaguar, passe vinagre para retirar os resíduos da água sanitária. Para guardá-la, pendure-a em um local longe da umidade para não ter problemas com bactérias e fungos mais tarde.

Outra recomendação é não guardar a tábua úmida, já que isso facilita a multiplicação de bactérias.

Se você quiser fazer o processo correto, segundo a indicação de especialistas, tenha uma tábua para cada tipo de alimento, de preferência separadas por cores, para facilitar e evitar a contaminação. Pois mesmo lavando o utensílio entre uma manipulação e outra, existe o risco de contaminação cruzada.

Por exemplo: tábua vermelha para carnes vermelhas; amarela para aves; azul para peixes; verde para verduras, legumes e frutas; e branca para queijos e laticínios. Mas, minimamente separe uma para todos tipos de “carnes” e derivado animal, se fizer uso, e outra para frutas e vegetais.

Erros na cozinha: A Anvisa recomenda que sejam utilizadas tábuas de plástico, feita de polietileno.
Erros na cozinha: A Anvisa recomenda que sejam utilizadas tábuas de plástico, feita de polietileno.

Esperar a comida esfriar para guardar na geladeira

Sem dúvida, este é um dos mitos mais difundidos entre as donas de casa. Mas guardar a comida ainda quente na geladeira NÃO é um erro.

Pelo contrário, vai evitar que microrganismos se multipliquem nos alimentos com facilidade.

Agora, isso vai aumentar um pouquinho o consumo de energia do eletrodoméstico, porém é um mito que irá estragar por conta disso.

Então se você quer evitar erros na cozinha que colocam a sua saúde em risco, procure guardar na geladeira os alimentos ainda quente. Porém, você NÃO deve…

Guardar comida quente na geladeira em recipiente fechado

Pra evitar erros na cozinha que vão expor sua saúde à problemas, comece a guardar a comida quente na geladeira com o recipiente destampado por uma ou duas horas.

Porque manter a vasilha tampada quando a refeição ainda está quente, faz com que o ar frio bata na tampa e entre com dificuldade no recipiente.

Assim, essa demora no resfriamento do alimento, faz com que as bactérias se multipliquem. Então, guarde o alimento por um tempo destampado e, mais tarde, tampe.

Caso você tenha que sair de casa, passe um plástico filme na vasilha e faça pequenos furinhos. Quando voltar, tire o plástico e tampe normalmente.

Guardar ovos na porta da geladeira

Muitas geladeiras já vem de fábrica com o dispensar de ovos na porta, mas deixar os ovos ali é um dos erros na cozinha.

No caso, o balanço constante ao abrir e fechar a porta, além da oscilação de temperatura dessa área favorecem a deterioração do ovo.

Com isso, o ambiente fica propício para o surgimento das terríveis salmonelas, bactérias responsáveis por boa parte das intoxicações alimentares.

Outra dica é lavar os ovos antes de guardar. Seque bem e guarde o alimento na primeira ou segunda prateleira da geladeira, dentro de um pote.

Guardar produtos em latas abertas

Outro grande erro é colocar latas abertas na geladeira. Com isso, quando abrir alimentos que são armazenados em latas, retire todo o conteúdo da lata e guarde em outra vasilha com tampa.

Além disso, outro hábito comum é o de guardar cola na geladeira e ele deve ser eliminado. Não se pode armazenar produtos químicos na geladeira pelo risco de contaminação, ok?


Evite erros na cozinha: saiba como higienizar os alimentos

Nunca assopre velinhas do bolo

É verdade que a pandemia da covid-19 mostrou que essa tradição de assoprar as velas do bolo não é tão legal pra saúde.

Porque o ato de assoprar em cima do bolo deixa o alimento contaminado com bactérias das gotículas da saliva.

Assim, essas bactérias liberam uma toxina que provocam intoxicações com sintomas de vômito e mal estar que duram 24 horas. Então encontre outra forma de apagar as velas!

Além disso, outra dica para evitar erros na cozinha é não deixar o bolo muito tempo fora da geladeira.

Ignorar as formigas

Um dos erros na cozinha é achar que as formigas são “limpinhas”. Mas as coisas não são bem assim!

As formigas são agentes poderosos na transmissão de bactérias, inclusive, mais que as baratas! Acredita?

Então, se algum alimento foi infestado por formigas, não tem jeito: o destino é o lixo. Essa atitude vai garantir a segurança de toda a sua família.

Lavar alimentos dentro da pia da cozinha

Você tem o costume de lavar os alimentos na pia? Bom, você até pode lavar os alimentos na pia, desde que ela esteja devidamente higienizada com água, sabão e hipoclorito de sódio.

Caso contrário, é melhor não!

Então, para evitar a contaminação dos alimentos, use um escorredor, bacia ou bowl de vidro para fazer a lavagem correta.

Usar lixeira de pia

Por último, é muito comum ver um lixinho em cima da pia. Porém, o lixo sempre é um ambiente onde se prolifera inúmeras bactérias.

Assim, estando ele próximo do manuseio de alimentos, o risco de contaminação é enorme. Por isso evite ter um recipiente de lixo na pia.

Outra dica também é sobre aqueles alimentos que após abertos sobram nas embalagens. O ideal é armazenar em potes ou embalagem à vácuo.

Nada de prendedores de roupa e similares para fechar os alimentos, pois eles não vedam totalmente a embalagem, o que traz risco de deterioração e contaminação do alimento.

Erros na cozinha colocam a saúde em risco

Comece a fazer mudanças em sua casa e ensine as crianças sobre esses hábitos de saúde. Levar os pequenos para a cozinha também faz bem para o desenvolvimento deles!

Pode parecer que as mudanças são complicadas, mas saiba que elas trarão muitos benefícios para a saúde de toda a família.

Gosto das dicas? Então compartilha!

Voltar