Como parar de fumar? 4 atitudes urgentes

Existem estratégias eficazes sobre como parar de fumar e evitar os gatilhos do cigarro, que podem ajudá-lo a alcançar uma vida mais saudável e livre do vício.

Alessandra Guimarães

Jornalista e Mestre em Comunicação pela Cásper Líbero

50 artigos


31 de maio de 2024

Você já está cansado de ser dependente do tabaco e quer parar de fumar? No Dia Mundial Sem Tabaco, decidimos apresentar 4 atitudes que podem ajudar no processo de parar de fumar.

Antes de tudo, importante frisar que o tabagismo é a principal causa de morte evitável, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Além disso, o vício da nicotina é responsável por aproximadamente 50 doenças, incluindo o câncer.

O que deixa a história ainda mais triste é que, segundo a mesma organização, o tabagismo é considerado uma doença pediátrica, visto que 90% dos fumantes começaram antes dos 19 anos.

Não só isso, mas pesquisas indicam que a iniciação ao tabagismo geralmente ocorre durante a adolescência, por volta dos 15 anos.

Diversas formas de consumo do tabaco

A maioria das pessoas consome tabaco fumando cigarros, mas outras formas de consumo incluem charutos, cachimbos, narguilé (um tipo de cachimbo de água usado para fumar tabaco aromatizado) e, mais recentemente, cigarros eletrônicos.

O cigarro eletrônico, também, conhecido como “vape”, atrai fortemente o público jovem, preocupando bastante os órgãos governamentais.

No Brasil, apesar de ser proibido a fabricação, a importação, a comercialização, a distribuição, o armazenamento, o transporte e a propaganda de dispositivos eletrônicos para fumar, não é difícil encontrá-lo à venda.

Se você ainda não se convenceu de que parar de fumar é essencial para a sua saúde, confira estas estatísticas brasileiras divulgadas pela Fundação do Câncer, que apontam o tabagismo como responsável por:

  • 200 mil mortes por ano (23 pessoas por hora);
  • 25% das mortes causadas por doença coronariana — angina e infarto do miocárdio;
  • 45% das mortes por infarto agudo do miocárdio na faixa etária abaixo de 65 anos;
  • 85% das mortes causadas por bronquite crônica e enfisema pulmonar (doença pulmonar obstrutiva crônica);
  • 90% dos casos de câncer no pulmão (entre os 10% restantes, 1/3 é de fumantes passivos);
  • 25% das doenças vasculares (entre elas, derrame cerebral);
  • 30% das mortes decorrentes de outros tipos de câncer (de boca, laringe, faringe, esôfago, estômago, pâncreas, fígado, rim, bexiga, colo de útero, leucemia).

É possível parar de fumar?

Com toda a certeza, milhões de pessoas querem saber como parar de fumar. Porém, a mudança não é tão simples, pois o tabaco causa dependência física, psicológica e comportamental semelhante àquela causada pelo uso de outras drogas.

O Sistema Único de Saúde (SUS) oferece tratamentos gratuitos e completos para quem deseja parar de fumar.

Esses tratamentos incluem medicamentos como adesivos, pastilhas, além do acompanhamento médico necessário para cada caso.

Aliás, você também pode calcular o seu grau de dependência à nicotina por meio do teste Fagerström.

Deixar de fumar é um grande desafio, sabendo disso, aqui neste post, listamos 4 atitudes que podem ser o primeiro passo para a mudança.

Passo 1: Tome a decisão de parar de fumar

Você precisa realmente desejar parar de fumar. Não adianta que sua família ou amigos queiram isso por você; a decisão deve partir de você. É essencial que você se convença de que parar de fumar é o melhor para a sua vida.

Durante esse processo, é normal sentir-se dividido. Você pode pensar: “Uma parte de mim quer parar, mas outra parte quer continuar.” Quando isso acontecer, foque nos benefícios de abandonar o vício.

Em seguida, marque uma data específica para começar o processo de retirar a nicotina, mas evite escolher uma data muito distante. Decidiu parar? Então comece quanto antes!

Lembre-se dessa data como um marco em sua vida, mas não a transforme em um memorial de boas recordações. A data que você escolher simbolizará a libertação de um vício, e não o início de um sofrimento.

Passo 2: Fique longe dos gatilhos

Se você sabe que certas situações despertam a vontade de fumar, mantenha-se afastado delas! Preste atenção aos fatores que podem fazer você se desviar do seu objetivo principal: parar de fumar.

Por exemplo, o consumo de bebida alcoólica, muitas vezes, é um gatilho comum, pois o álcool acelera o metabolismo da nicotina, aumentando a vontade de fumar outro cigarro.

Certamente, cada fumante tem gatilhos diferentes. É essencial identificar quais são os seus e eliminá-los da sua rotina. Essa consciência é uma parte fundamental de como parar de fumar e alcançar uma vida mais saudável.

Se você quer parar de fumar, corra dos gatilhos

  • Se você está acostumado a dirigir fumando, remova o cigarro do carro imediatamente!
  • Se costuma fumar após as refeições, levante-se assim que terminar de comer e escove os dentes. Isso ajudará a diminuir a fissura pelo cigarro.
  • Chupar gelo e comer cubinhos de frutas geladas também são estratégias eficazes para reduzir a vontade de fumar.
  • Frequentar lugares onde é proibido fumar e evitar espaços com fumantes são práticas importantes para aprender como parar de fumar e manter-se livre do vício.

Passo 3: Mude sua alimentação

Se você quer parar de fumar, é essencial repensar sua alimentação. O fumo rouba, entre outras coisas, a vitamina C e a imunidade, então é hora de repor o que foi perdido e investir na sua saúde.

Além disso, quando aquela vontade quase incontrolável de fumar surgir, tenha sempre um kit de salvação por perto: bebidas não alcoólicas geladas, frutas picadas, picolés de baixa caloria ou cubos de gelo feitos com água de coco.

Bem como, você pode cortar em palitinhos uma cenoura crua, aipo ou rabanete. Assim que sentir vontade de fumar, coma uma dessas opções. Mastigar cravos ou pedacinhos de gengibre também é eficaz para cortar o desejo de fumar.

Na hora de fazer a substituição, escolha alimentos que você goste e que tragam prazer, para que o processo não seja um sacrifício.

O que não pode faltar é água! Beba muita água. Ela ajuda a limpar seu organismo e a eliminar mais rapidamente as toxinas do tabaco. Essas mudanças alimentares são parte fundamental de como parar de fumar de maneira saudável e eficaz.

O caminho da libertação do cigarro passa pelos hábitos de uma vida saudável.

Passo 4: Procure apoio!

Neste momento de mudança, contar com uma rede de apoio que fortaleça sua decisão é essencial. Parar de fumar exige muito esforço, mas a ajuda de outras pessoas pode tornar essa transição mais bem-sucedida.

Converse com pessoas que já passaram por essa experiência, que largaram o vício e continuam firmes em sua decisão. Troque experiências e busque dicas sobre como parar de fumar e trilhar esse caminho eficazmente.

Por exemplo, grupos de apoio e encontros semanais são ótimas opções para entender melhor esse processo de mudança a partir das experiências de outras pessoas.

Esses encontros são valiosos porque ajudam muito aqueles que querem parar de fumar. Um apoia o outro, e, no fim, todos se aproximam devido ao objetivo comum. Não tenha medo de se abrir e falar sobre suas dificuldades. Este é um momento em que você precisa de ajuda e apoio.

Busque também apoio na família, explique o momento pelo qual está passando e peça a compreensão de todos.

Assim, eles podem ajudar você a evitar gatilhos e até mudar algumas rotinas para que o processo de abstinência seja mais positivo.

Por fim, se por acaso, a família ou os amigos não entenderem sua decisão — e até mesmo debocharem da sua vontade de parar de fumar — não leve isso em consideração, pois esta é uma decisão pessoal. Peça que respeitem sua escolha e siga determinado em sua mudança.

Se você gostou deste post, comente aqui embaixo qual é a sua maior dificuldade para largar o cigarro.


Clique aqui para baixar

Voltar