Como ter amor pela vida?

A forma como olhamos para a vida vai determinar o nosso amor – ou não – por ela!

Colunistas

11 artigos


19 de setembro de 2019

Setembro é o mês separado para combater o suicídio e, automaticamente, valorizar a vida! Mas, como ter amor pela vida enquanto tantas coisas ruins acontecem?

Freqüentemente, julgamos os motivos daqueles que deixam de existir por sua própria vontade. Porém, em todos eles, há um fator comum: a vida perdeu a graça de ser vivida.

Como dizia o poeta espanhol Gustavo Adolfo Bécquer: “Mortos são aqueles com a alma morta, mas que ainda vivem”.

Muitos caminham por aí, sofrendo em silêncio sua existência e, por respeito a seus princípios, continuam como navio à deriva.

Por outro lado, muitos tem como meta amar a vida, porém, num exercício constante de remar contra a corrente, se desgastam e esgotam suas forças. E, pelo mesmo amor a vida, decidem desistir.

Amor pela vida: Depende de quem?

A questão realmente não é amar ou não a vida, mas sim, estar plenamente consciente sobre ela e tudo que a envolve.

Ou seja, para amar a vida, você não deve “engolir” tudo de uma vez. Mas deve apreciar os dias como se fossem pequenas mordidas de um gostoso sanduíche.

Amar a vida não é simplesmente remar, mas buscar admirar a paisagem ao redor.

Para amar a vida, não corra para avançar o mais rápido possível, mas esteja ciente de cada passo! Vá com calma! E tenha o coração agradecida pelas conquistas diárias!

Você já reparou como corremos atrás de responsabilidades, compromissos, prazos, conquistas, melhorias, desafios de todos os tipos sem parar para tomar consciência do que tudo isso significa, ou pior, o que está nos custando?

Qual é o valor desse esforço quando você perde um tempo valioso com aqueles que ama, deixando de apreciar coisas simples e negligenciado até a saúde física, mental e espiritual?

Qual é o sentido de tudo que você faz, se o resultado é a perda do sentido da vida? Se faça estas perguntas!

Fica a dica…

O nosso olhar pela vida depende das escolhas diárias que fazemos!

Amar a vida: Como recuperar o significado?

Talvez, você esteja olhando sua própria existência em tons de cinza. Ou sentindo um vazio completo e não vendo sentido na vida! Olha só, todos, um dia, experimentaremos isso em maior ou menor grau.

Mas para recuperar a consciência, convido você a imaginar que tem apenas 24 horas para viver. Pense! Com quem ou o que você gostaria de passar essas horas?

Imagine um pouco mais…

O que você gostaria de fazer? Onde você gostaria de estar? Que legado você gostaria de deixar para as pessoas que ama?

Que coisas definitivamente fariam sentido nas últimas 24 horas?

Sim, é verdade, entendo que devemos trabalhar para viver, compreendo que existem responsabilidades e compromissos a cumprir. Ninguém duvida disso!

Mas é necessário que você se conscientize de que, pelo que está lutando e se desgastando hoje, não será levado com você e, definitivamente, não fará diferença quando você for embora!

Este exercício vai ajudar você a refletir no que deve ser prioridade em sua vida!

Além disso, você vai perceber que o significado da vida a gente encontra nas coisas pequenas do dia a dia! Por isso, para amar a vida, busque a felicidade nas coisas simples!

Para ser feliz com a vida!

E, por fim, não deixe a vida escorregar pelos dedos como água. Pare! Pense! Fique consciente! Olhe a vida com curiosidade.

Observe as pessoas com amor e compreensão. Olhe para dentro para entender o outro e você mesmo.

Veja com o coração! Deixe sua pele absorver o calor da água do chuveiro!

Aprecie o perfume das flores e o canto dos pássaros. Não engula, por favor. Olhe para o seu prato de comida deixando todas as distrações de lado e comece a digerir com os olhos, depois com o cheiro e, finalmente, tente distinguir os sabores um a um.

Aproveite o tempo! Aproveite o tempo para viver, e esse viver não é mera existência, mas é transformado em vida plena. Porque não se trata apenas de remar, mas de fazê-lo com desejo.

Hoje eu desafio você a:

  • Ser consciente
  • Comprometer-se com a sua existência
  • Se propor a fazer valer cada minuto da sua vida

“O ladrão vem apenas para roubar, matar e destruir; mas eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância. ” João 10:10

Lorena Burgos, psicóloga.

Voltar