Pessoas tóxicas: fique longe delas!

Você conhece alguém que, normalmente, só consegue ver o lado ruim das coisas? Então, provavelmente, você conhece uma pessoa tóxica! Fique atento com pessoas assim.

Colunistas

11 artigos


20 de junho de 2019

Os seres humanos têm uma característica muito especial: a necessidade de socializar, comunicar, estar em família, ter amigos, etc.

Uma vez que, na companhia de outros, os fardos se tornam mais leves, as alegrias mais intensas, as dores mais suportáveis, as boas novas uma festa e, qualquer ocasião, uma desculpa para compartilhar.

Mas, quase que em toda família ou grupo, não falta aquele indivíduo que tem a especialidade de jogar sal na sobremesa!

Todos conhecemos pelo menos uma que, quase como especialista, tem a capacidade de criar dúvidas sobre as melhores intenções, até ao ponto de estragar o dia.

Nós podemos fazer uma longa lista de traços de personalidade tóxica. Mas vale destacar alguns: queixosos, invejosos, ciumentos, egocêntricos, fofoqueiros, negativos, vaidosos, egocêntricos, vítimas, etc.

Pior ainda é quando uma pessoa possui não uma, mas várias dessas características combinadas. Combinação explosiva!

No entanto, hoje não vamos perder tempo elaborando um catálogo e descrevendo cada uma dessas personalidades tóxicas.

Em vez disso, tentaremos identificar, em essência, o que torna uma pessoa tóxica e quais efeitos ela produz em nós, bem como os passos a seguir para minimizar os danos.

Então, como identificar uma pessoa tóxica?

Como sabemos se um produto normalmente bom como as frutas, tornou-se tóxico? Bom, pelas consequências que ela produziu: dor de estômago, fermentação, diarreia, dor de cabeça ou reação alérgica na pele.

Isso vale para pessoas tóxicas. Você coloca sua melhor boa vontade. Você os trata sem preconceito, até porque às vezes nem conhece bem a pessoa, porém, mais cedo ou mais tarde, o efeito negativo de seu contato será sentido.

Pense comigo… O que te faz estar perto de pessoas que:

Em poucos minutos de conversa, o indivíduo fala mal de alguém ou se coloca no papel de vítima.

Ou você comenta sobre seu novo empreendimento e a pessoa diz que já tentou a mesma coisa e não foi bem-sucedida, portanto, não vale a pena tentar.

Veem o negativo em tudo! Você começa a se perguntar se não cansam de agir dessa maneira. Mas a má notícia é que: elas não se cansam, porque o fazem naturalmente, sem perceber. Pasmem!

A personalidade tóxica é um modo de ser, de ver a vida, de se relacionar. As pessoas tóxicas absorvem energia, nos enfraquece emocionalmente e até fisicamente, como se comêssemos uma fruta em mau estado.

Uma pessoa tóxica nos causa desconforto emocional e físico.

O perigo disso não é apenas a capacidade de estragar o que as pessoas tóxicas tocam, mas ficando em contato com elas por um longo tempo, você corre o risco de ser infectado também.

Como lidar com pessoas tóxicas?

Portanto, se você já identificou essa pessoa, algumas dicas:

  • Se possível, evite contato, sem culpa;
  • Se você não pode evitar contato, porque é familiar, ou seu chefe: limite a interação ao que é estritamente necessário;
  • Seja gentil nas suas interações, mas breve;
  • Não lhe dê dados para alimentar sua toxicidade, isto é, não conte muito sobre sua vida e projetos;
  • Não tente mudar o seu ponto de vista, você perderá seu tempo e acabará exausto;
  • Não tente mudar sua atitude. Você pode mudar com a ajuda de Deus, se quiser, e seu exemplo silencioso pode ser muito útil;
  • Proteja suas emoções. Prepare-se para os encontros necessários com essa pessoa. Responda sempre com amor, alegria, paz, longanimidade, bondade, fidelidade, mansidão, domínio próprio (Gálatas 5: 22, 23).

A palavra de Deus diz:

“Você também deve saber que nos últimos dias, antes do fim do mundo, as pessoas enfrentarão muitas dificuldades, haverá pessoas egoístas, interessadas apenas em ganhar mais e mais dinheiro.

Haverá também pessoas orgulhosas, que acreditarão que são mais importantes do que Eles não respeitarão a Deus nem obedecerão a seus pais, mas serão ingratos e ofenderão a todos.

Serão cruéis e violentos, não serão capazes de controlar seus maus desejos, serão cheios de ódio, mentirão sobre os outros e odiarão tudo.

Você não pode confiar naqueles orgulhosos, porque eles agirão sem pensar, em vez de obedecer a Deus, eles só farão o que quiserem, dirão que amam e respeitam a Deus, mas com seu comportamento demonstrarão o contrário. evitar ” (2 Timóteo 3: 1-5).

Lorena Burgos Bispo, psicóloga.

Voltar