Como lidar com o medo? Dicas práticas!

Tem sido um desafio lidar com o medo nestes tempos de pandemia. Por isso, aprenda o que fazer para que o medo não tome conta da sua vida.

Alessandra Guimarães

Jornalista e Gestora de Conteúdo

34 artigos


24 de abril de 2020

A pandemia do coronavírus invadiu o mundo trazendo incertezas quanto ao futuro. Com isso, milhões de pessoas estão buscando formas de como lidar com o medo da morte, da perda, da crise econômica, e por aí vai.

Certamente, sentir medo não é um problema! Na verdade, o medo muitas vezes é um fator de proteção que impede as pessoas de agir precipitadamente ou colocar a vida em risco.

Porém, o medo exacerbado quanto ao que está por vir invadiu a vida de milhões de pessoas. E é aí que mora o problema.

Alguns especialistas já apontam aumento ou intensificação dos casos de ansiedade no Brasil – que em tempos normais, já lidera o ranking do país mais ansioso do mundo – desde que o coronavírus chegou por aqui.

Ou seja, além de colocar em prática as regras sanitárias para conter o vírus, também é necessário aprender como lidar com o medo em tempos de pandemia.

Bom, veja aqui como cuidar da sua saúde mental e não deixar que o medo invada o seu dia.

Dê ao medo o espaço que ele merece

É impossível viver sem medo, mas para que o medo não seja tão mortal quanto um vírus, é necessário dar a ele um espaço determinado para ocupar.

Por exemplo, se você passar o dia todo acompanhando os números de mortos por conta do Covid-19, o aumento do desemprego, os riscos que as pessoas estão correndo, etc, você fornecerá espaço suficiente para que o medo tome proporções assustadoras na sua vida.

Agora, se você escolher apenas um período do dia, com um tempo determinado, para se informar quanto a realidade do vírus e os cuidados que você precisa ter, você não vai sobrecarregar sua mente.

⚠️Mas aqui vai um alerta ⚠️ Escolha FONTES CONFIÁVEIS para se informar, como os veículos tradicionais de imprensa e o Ministério da Saúde!

Bom, talvez não esteja fácil administrar o medo nesta pandemia porque você você tem dado oportunidades demais para que ele cresça em sua mente.

Ao passar o dia todo consumindo informação sobre o coronavírus – na TV, na internet, ao conversar com amigos -, sem dúvidas o medo vai crescer como uma bola de neve.

Então, dê espaço para o medo ser apenas um recurso de segurança, que é sua real função.


Psiquiatra Cesar Vasconcellos explica sobre os males da ansiedade excessiva

Para lidar com o medo, busque fortalecer os relacionamentos

Parece difícil fazer isso enquanto mais de 50% das pessoas estão em isolamento social. Mas a tecnologia está a nosso favor!

Além disso, falar com outras pessoas alivia o estresse e a ansiedade. Por isso, antes do medo tomar conta, combine encontros online com sua família e seus amigos.

Use o momento para falar o que está sentindo e os receios que estão em seu coração. Aproveite também para dar boas risadas e recordar momentos vividos. Reveja fotos, vídeos, cante ou jogue. Tudo isso dá pra fazer online!

Mas cuidado para não focar a conversa na crise ou em tudo o que está acontecendo agora. Senão o propósito de ter um grupo de apoio nesta fase não vai funcionar, né?

Inegavelmente, estamos vivendo um momento de reflexão e mudanças, e agora pode ser uma ótima oportunidade para mudar as metas da vida, priorizando pessoas e o convívio com quem amamos.

Aproveite e faça as mudanças nos relacionamentos agora!

Escolha novos hobbies

Bom, é verdade que fugir do tema coronavírus e focar a mente em outros assuntos tem sido uma tarefa complicada, mas não impossível!

Na verdade, é muito possível fugir do medo e da ansiedade quando a mente é colocada pra trabalhar. Isso fornecerá outros caminhos para o cérebro, preenchendo o espaço que tem sido ocupado pelo medo e incertezas.

Por isso, escolher um novo hobbie – ou reativar algum que, por questão de tempo, foi colocado de lado – é uma excelente alternativa para lidar com o medo.

Todos temos algumas atividades que nos fazem “esquecer do tempo”. Pode ser pintura, música, culinária, jardinagem, organização, leitura, crochê, fotografia, cursos online, escrita, etc.

A ideia é se concentrar em outras atividades e, assim, driblar os pensamentos que tem causado ansiedade e estresse.

Vale lembrar que EXISTE VIDA DEPOIS DA PANDEMIA, ou seja, a vida não acabou! Esta é apenas uma fase que em breve vai passar. Porém, sua saúde mental precisa sair vitoriosa também!

Então, cuide da sua saúde física mas também da sua saúde mental. Não dê espaço pro medo te dominar, e use este tempo para investir em você e nas pessoas. ?

Este artigo pode ajudar alguém? Então compartilhe!

Voltar